Dicas para o Consumo Consciente

Acessos: 254


- Antes da compra

  • Prefira produtos com embalagens recicláveis
  • Evite produtos com excesso de embalagens
  • Prefira alimentos orgânicos ou de comércio justo
  • Use lâmpadas fluorescentes


- Lixo e reciclagem

  • Evite utilizar sacolinhas plásticas
  • Separe os materiais recicláveis do lixo comum e encaminhe-os à postos de coleta seletiva
  • Não descarte pilhas e baterias no lixo comum, leve-as aos centros de coleta
  • Não jogue o óleo de cozinha pelo ralo, guade-o em embalagens PET e leve-as a postos de coleta em supermercados
  • Seja seletivo ao jogar restos de alimento no lixo
  • Economize papel, só imprima quando necessário e, se possível, utilize o verso de folhas já impressas


- Economia de água

  • Feche a torneira ao escovar os dentes e ao lavar a louça
  • Conserte a torneira que está pingando
  • Não demore no banho
  • Evite gastar energia no horário de pico
  • Evite lavar calçadas com freqüência ou usar o jato da mangueira como vassoura


- Transportes

  • Mantenha seu carro em ordem (faça a manutenção do motor, filtro do motor e do ar condicionado do carro)
  • Evite utilizar combustível de origem duvidosa
  • Respeite o rodízio (se é aplicado na sua cidade)
  • Prefira transportes alternativos ao carro para ir ao trabalho, pelo menos duas vezes por semana
  • Substitua o carro pela bicicleta ou pela caminhada em pequenos deslocamentos
  • Dê ou pegue carona


- Economia de energia

  • Evite utilizar o elevador em deslocamentos de até dois andares
  • Não utilize o stand-by (quando não estiver utilizando equipamentos, desligue-os da tomada)
  • Aproveite a claridade e a luz do sol
  • Pinte paredes dos locais de trabalho usando cores claras favorece a menor utilização da iluminação elétrica
  • Ative a opção "sleep" ou "sleep timer" nos televisores e aparelhos de som
  • Compre eletroeletrônicos com selo de eficiência energética


Links interessantes

 

Dicas para diminuir emissão de CO2 no dia-dia

Acessos: 271

 

1. Não deixe a torneira pingando: uma torneira pingando pode desperdiçar em um dia 46 litros d´água. Em um ano, esse desperdício chega a 16.500 litros. Se 10.000 famílias evitassem deixar uma torneira da casa pingando, a água economizada em 1 ano poderia abastecer toda a população de São Luís, capital do Maranhão, durante 1 dia.

2. Use a vassoura ao invés da mangueira: Cada vez que a mangueira fica ligada por 15 minutos são perdidos 279 litros de água. Isto significa que, se você lavar a calçada uma vez por semana, mais de 14 mil litros de água vão para o bueiro da rua - por ano. Em 20 anos, esse gasto sobe para mais de 290 mil litros. Quantidade suficiente para suprir as necessidades diárias de água - para beber - de cento e quarenta e cinco mil pessoas. O desperdício de água não impacta apenas o seu bolso. Quanto mais água tratada for para o ralo, mais o governo terá que investir em novas estações de tratamento. Um dinheiro que seria melhor empregado em educação e saúde. Para manter a calçada limpa, é suficiente varrê-la. Se for o caso dá para combinar a técnica do pano umedecido com um enxágüe rápido. E aqui é possível usar um balde com água já utilizada na lavagem de roupa, por exemplo.

3. Use os dois lados da folha de papel: Ao economizar papel, está colaborando para com o meio ambiente, pois evita a produção de resíduos e a derrubada de árvores. No entanto, ao adotar essa prática, você estará também economizando água. Para se produzir um quilo de papel são necessários 540 litros de água. Assim, uma empresa que gaste uma média de 50 mil folhas de papel por mês (cem pacotes de 500 folhas), o que é um gasto razoável para uma empresa com cerca de 50 a 100 pessoas, estará também gastando, indiretamente, 128.000 litros de água mensais. Se metade do papel utilizado passasse a ser usado dos dois lados (frente e verso), o consumo de papel cairia 25% (e o de água utilizada em sua fabricação também). Se vinte empresas de mesmo porte resolvessem aderir a essa prática, em um ano teriam economizado água suficiente para encher três piscinas olímpicas, ou abastecer 30 famílias durante esse período.

4. Use uma bacia para lavar a louça: Ao lavar louça durante 15 minutos com a torneira aberta em um apartamento, onde a pressão da água é maior do que em uma casa, você gasta 240 litros de água. Mas se usar uma bacia cheia d’água, ou a própria pia, para ensaboar a louça e abrir a torneira somente para o enxágüe, pode reduzir esse tempo para 5 minutos e economizar 160 litros. Se sua família lava louça três vezes por dia, a economia diária chegará a 480 litros. Se apenas cinco famílias adotarem esse método por vinte anos, a água poupada chega a 17,5 milhões de litros, o que dá para matar a sede de quase 9 milhões de pessoas em um dia. Um meio de economizar ainda mais é encher duas bacias de água, ensaboando a louça com a água de uma bacia e enxagüando tudo na outra. Dessa maneira, você usará apenas 20 litros, e sua economia diária será de 660 litros. Assim, apenas nessa atividade, você poupa a água que três pessoas precisam usar em um dia, o que faz muita diferença em cidades onde há falta de água. Se 1 milhão de famílias fizerem o mesmo, a água economizada apenas na lavagem de louça será suficiente para abastecer 3 milhões de pessoas.

5. Escove os dentes com a torneira fechada: Se você escovar os dentes com a torneira aberta durante 2 minutos, vai gastar mais ou menos 13,5 litros de água, mas só precisaria de 0,5 litro se abrisse a torneira apenas quando necessário. Escovando os dentes três vezes ao dia, o desperdício será de 37,5 litros diariamente. Se a população de Recife resolvesse escovar os dentes com a torneira fechada, a água economizada a cada dia seria suficiente para abastecer quase todos os habitantes de Florianópolis em um dia. E se você decidir fazer o mesmo todos os dias durante um ano, só com esse pequeno gesto, terá poupado quase 14 mil litros, correspondentes a um caminhão-pipa cheio de água.

6. Diminua o tempo do banho: Se você mora em apartamento e seu banheiro tem ducha, gasta em média 160 litros de água durante um banho de 10 minutos. Mas pode tentar diminuir esse tempo fechando o chuveiro para se ensaboar ou lavar os cabelos. Assim, economizará em um ano cerca de 30 mil litros de água. Se 60 famílias de um condomínio fizerem a mesma coisa, em um ano serão poupados 7 milhões de litros de água, o suficiente para encher quase três piscinas olímpicas. Se 5000 famílias adotarem o mesmo hábito, a água economizada em 1 ano é equivalente à quantidade que cai nas Cataratas do Iguaçu durante 5 minutos.

7. Faça economia com a geladeira: A geladeira é um dos grandes consumidores de energia elétrica em uma casa, pois fica ligada o tempo todo. Veja como gastar menos:

  • Instale a geladeira e o freezer em local ventilado e longe do fogão. Verifique sempre se a vedação das portas está funcionando bem.
  • Nunca forre as prateleiras da geladeira com plásticos ou vidro, pois dificultam a passagem do ar e provocam aumento no consumo de energia. Procure não abarrotar as prateleiras, deixando espaço entre os alimentos para facilitar a circulação do ar.
  • Não guarde líquidos nem alimentos ainda quentes na geladeira, pois o motor vai ter de trabalhar mais para resfriar o ambiente interno e, conseqüentemente, gastar mais energia.
  • Não deixe a porta da geladeira aberta desnecessariamente nem por muito tempo, pois isso faz com que o frio “escape” e exige mais trabalho do motor para baixar a temperatura interna novamente.
  • Regule o termostato para que esfrie menos no inverno.

 

 

Ferramentas

bnr 180x150 calc 1
imgcartao